As 10 despesas que você pode usar para reduzir seu imposto de renda

As 10 despesas que você pode usar para reduzir seu imposto de renda

Todos sabem que a mordida do leão no nosso salário dói bastante. Porém, há certos gastos que temos no dia-a-dia que podem aliviar um pouco esse sofrimento. Ao informar estas despesas, o contribuinte pode reduzir o seu imposto e, assim, diminuir o valor a pagar ou engordar sua restituição.

A Declaração Anual pode ser entregue em dois modelos: Completo ou o Simplificado. Para quem tem poucas ou nenhuma despesa dedutível a informar, a melhor opção é usar o Modelo Simplificado, onde é permitido deduzir até 20% da renda tributável, limitado ao valor de R$ 16.754,34, sem comprovação de despesas.

Por outro lado, caso você tenha tido mais despesas, o recomendável é entregar no Modelo Completo e aproveitar todas as deduções possíveis. Confira abaixo, quais são essas despesas e os valores aplicados para a Declaração de IR 2017.

Dependentes

Ao informar dependente na declaração, você tem o abatimento do valor fixo de R$2.275,08. Podem ser dependentes para fins fiscais o cônjuge, os filhos, os pais, e outros. Confira quem pode ser declarado como dependente na Declaração Anual do Imposto de Renda.

Despesas médicas

É possível deduzir despesas médicas integralmente dos rendimentos tributáveis, realizadas tanto no Brasil como no exterior, para o titular da declaração, seus dependentes e alimentandos. Vale incluir despesas com médicos, dentistas, psicólogos, fisioterapeutas, exames, hospitais, clínicas, planos de saúde.

O importante é só declarar despesas das quais tenha comprovante de pagamento ou relatório de reembolso do plano de saúde, já que gastos médicos têm levado muita gente à malha fina.

Pensão alimentícia

O contribuinte que paga pensão alimentícia, em decorrência de decisão judicial ou acordo homologado judicialmente, pode deduzir o valor total pago dos rendimentos tributáveis. Vale notar que valores extra e despesas pagas por fora da pensão não podem ser abatidas.

Educação

São dedutíveis as despesas com educação: creches, escolas de ensino infantil, médio e superior, pós-graduação, e outros, para o titular da declaração, seus dependentes e alimentandos. No caso de alimentando, somente poderá deduzir em virtude de decisão judicial, acordo homologado judicialmente ou por escritura pública.

Essa despesa é dedutível até o limite de R$ 3.561,50. Confira mais informações sobre este tema no nosso artigo Os 5 tipos de despesas com educação que podem ser abatidos do seu imposto de renda.

Contribuição à Previdência Social

Podem ser deduzidas as contribuições pagas à Previdência Social (INSS) sem limite. Vale incluir contribuições como trabalhador empregado ou como contribuinte individual ou facultativo.

Contribuição à Previdência Privada

Pessoas que contribuem com o INSS e fazem uso de previdência privada nos planos PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e Fapi (Fundo de Aposentadoria Programada Individual) podem deduzir esse investimento em até 12% da sua renda bruta tributável.

Aposentados e pensionistas

Pessoas com 65 anos de idade ou mais poderão, a partir do mês em que completaram aquela idade, considerar como isenta a parcela adicional de até R$ 1.903,98 por mês.

Livro-caixa

Os profissionais autônomos podem deduzir as despesas necessárias para o exercício da profissão, tais como: remuneração de terceiros, o aluguel do escritório, etc., desde que escrituradas em livro-caixa.

Contribuição à Previdência Social do Empregado Doméstico

Quem tem empregado doméstico registrado pode deduzir as contribuições patronais pagas à Previdência Social até R$ 1.093,77 (incluindo 13º salário e férias), valor referente a 2016. O valor corresponde à contribuição de 8% paga pelo empregador ao INSS sobre o valor do salário mínimo no período apurado. Somente pode deduzir o valor de 1 empregado por declaração.

Doações

Contribuintes que fizeram contribuições aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente, para Incentivo à Cultura e à Atividade Audiovisual, ao Fundo do Idoso e a projetos desportivos podem deduzir essas doações até 6% diretamente do imposto devido calculado na declaração anual.